Saúde convoca idosos de 60 anos ou mais e imunossuprimidos para receberem a quarta dose

Aplicação será nesta sexta-feira (29).

 

A Prefeitura de Catalão, por meio da Secretaria Municipal de Saúde/Núcleo de Vigilância Epidemiológica, convoca exclusivamente idosos de 60 anos ou maispessoas com alto grau de imunossupressão de 18 anos ou mais, que já completaram quatro meses de intervalo após terem recebido a terceira dose (29/12), para aplicação da dose reforço (quarta dose).

Idosos acamados ou que possuem alguma dificuldade de locomoção, a vacinação poderá ser em casa. Para isso, um familiar ou responsável deve entrar em contato com o Núcleo de Vigilância Epidemiológica, por meio do telefone 64 9238-4557.

A imunização acontecerá nesta sexta-feira (29), das 09 horas às 16 horas e 30 minutos em um único ponto de atendimento:

 

  • Centro Integrado da Mulher (CIM) – ao lado do Hospital Materno Infantil.

                                               
Veja as pessoas que poderão receber a dose extra:

  • com imunodeficiência primária grave;
  • em quimioterapia (câncer);
  • transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressores;
  • portadores de HIV/ Aids;
  • em uso de corticoide em doses ≥ ou igual a 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por mais de 14 dias;
  • em uso de drogas modificadores da resposta imune;
  • com doenças auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias;
  • pacientes em hemodiálise;
  • pessoas com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.

 

Documentos obrigatórios

É necessário levar documento com foto, CPF, cartão de vacina comprovando a terceira dose, cartão do SUS e relatório médico comprovando a comorbidade. Todos originais e cópias.

 

Pessoas “imunossuprimidas”

Indivíduos que têm o sistema imunológico comprometido por alguma doença congênita ou pelo uso de medicamentos.

 

Sobre imunossupressão

O sistema imunológico é composto de células, tecidos e órgãos que ajudam o corpo a evitar infecções. A imunossupressão é o estado em que o sistema imunológico não está funcionando tão bem quanto deveria. Sem um sistema imunológico intacto, as infecções que o corpo poderia ser capaz de controlar sozinho podem se tornar graves e até fatais.

A supressão pode ser o resultado de uma doença que atinge o sistema de defesa do corpo, tal como a Síndrome da Imunodeficiência Humana (Aids), causada pelo vírus de imunodeficiência humana (HIV), ou em consequência dos agentes farmacêuticos usados para lutar contra determinadas circunstâncias, como o câncer.

Em alguns casos, a imunossupressão pode ser deliberadamente induzida. Essa indução pode ser necessária para intervenções terapêuticas, tais como o transplante de tecidos e órgãos, para reduzir o risco de rejeição.

 

Recomendação do Ministério da Saúde

De acordo com o Ministério da Saúde, a decisão de recomendar uma segunda dose de reforço (quarta dose) para pessoas imunossuprimidas foi motivada pelas novas evidências científicas que apontam uma tendência à redução da efetividade das vacinas contra a covid-19 com o passar do tempo.

Essa segunda dose de reforço amplifica a resposta imunológica, oferecendo maior proteção, especialmente para a população imunossuprimida, que pode já não apresentar uma resposta vacinal adequada.

Já a recomendação para vacinar os idosos com a quarta dose, se deu pelo alto índice de mortalidade entre os idosos desta faixa etária durante a circulação da variante Ômicron, que foi superior aos óbitos ocorridos nos dois outros picos da pandemia em 2020 e 2021.

ASCOM – Prefeitura de Catalão