UBSs abrem no sábado para ação “Em dia com a saúde”

Atualização da carteirinha de vacinação e exames preventivos (Papanicolau) estarão à disposição da população.

 

A Prefeitura de Catalão, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizará neste próximo sábado (14), das 08h às 15h, a ação “Em dia com a saúde”, com o funcionamento de todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município, inclusive as localizadas nos distritos de Pires Belo e Santo Antônio do Rio Verde.

Neste dia haverá atualização da carteirinha de vacinação de crianças e adultos, que não tenham sido vacinados ou que estejam com esquemas incompletos. Serão disponibilizadas as vacinas BCG; Hepatite B; Poliomielite 1, 2 e 3 (VIP inativada); Poliomielite 1 e 3 (VOP atenuada); Rotavírus Humano G1P1; DTP+HIB+HB (penta); Difteria, Tétano, Pertussis (DTP); Pneumo 10 (valente); Meningo C; Febre Amarela; Sarampo, Caxumba, Rubéola (SCR); Sarampo, Caxumba, Rubéola, Varicela (SCRV); Hepatite A; Varicela; Papiloma vírus humano 6, 11, 16, 18 (HPV); Meningo ACWY e influenza trivalente.

     Outro serviço que estará disponível, entretanto, voltado somente para as mulheres, se refere à coleta de exame de prevenção ao câncer de colo uterino, mais conhecido como Papanicolau. O atendimento será gratuito, basta a paciente apresentar documento original com foto (RG), comprovante de endereço e cartão SUS, para que a equipe possa atualizar seu cadastro. Não precisa de agendamento prévio.

No último sábado (14/03), com o funcionamento de todas UBSs foram realizadas 278 coletas de exames de Papanicolau. O intuito da secretaria de Saúde é massificar a importância da prevenção e atingir o maior número possível de coletas de exame preventivo.

Sobre o exame Papanicolau

O exame de Papanicolau, ou colpocitologia oncológica, faz a coleta das células da região do colo uterino para identificar infecções vaginais ou sexualmente transmissíveis e, principalmente, alguma lesão precursora de câncer de colo uterino, que é o terceiro tumor mais frequente na população feminina, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca).

Toda mulher que tem ou já teve vida sexual deve submeter-se ao exame preventivo periódico, especialmente as que têm entre 25 e 64 anos. Inicialmente, o exame deve ser feito anualmente. Após dois exames seguidos (com um intervalo de um ano) apresentando resultado normal, o preventivo pode passar a ser feito a cada três anos.

Sobre o câncer de colo de útero

O câncer de colo de útero, excetuando-se o câncer de pele não melanoma, é o terceiro tumor maligno mais frequente na população feminina, e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil.

É causado pela infecção persistente por alguns tipos do Papilomavírus Humano (HPV). A infecção genital por esse vírus é muito frequente e não causa doença na maioria das vezes. Entretanto, em alguns casos, ocorrem alterações celulares que podem evoluir para o câncer.

A importância da conscientização sobre este tipo de câncer, é que na grande maioria das vezes ele pode ser evitado.

- principal forma de prevenção, é a vacina contra o HPV (disponível para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos), podendo prevenir 70% dos cânceres de colo do útero e 90% das verrugas genitais.

Outra forma de prevenção está relacionada à diminuição do risco de contágio pelo HPV, que ocorre por via sexual, com o uso de preservativos durante a relação sexual.

Além disso, o exame preventivo (conhecido como Papanicolau), deve ser feito periodicamente por todas as mulheres após o início da vida sexual, pois é capaz de detectar alterações pré-cancerígenas precoces, que se tratadas, são curadas na quase totalidade dos casos, não evoluindo para o câncer.

Público-alvo da vacinação contra influenza:

  • Crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade
  • Trabalhador da Saúde
  • Gestantes
  • Puérperas
  • Professores do ensino básico e superior: deverão receber a vacina influenza, mediante apresentação de documento que comprove sua vinculação ativa como professor. Todos os professores das escolas do ensino básico (creche, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizantes e EJA) e superior, de caráter público e privado.
  • Povos indígenas
  • Idosos com 60 anos ou mais de idade: deverão receber a vacina influenza, mediante apresentação de documento que comprove a idade.
  • Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento: policiais federais, militares, civis e rodoviários; bombeiros militares e civis; e guardas municipais. Deverão receber a vacina influenza, mediante apresentação de documento que comprove sua vinculação ativa nas forças de segurança e salvamento.
  • Profissionais das Forças Armadas: membros ativos das Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica). Deverão receber a vacina influenza, mediante apresentação de documento que comprove a sua vinculação ativa com o serviço de forças armadas ou apresentação de declaração emitida pelo serviço em que atua
  • Pessoas com deficiência permanente
  • Caminhoneiros: deverão receber a vacina influenza, mediante apresentação de documento que comprove o exercício efetivo da função de motorista profissional do transporte rodoviário de cargas (caminhoneiro). Integram esse grupo: Motorista de transporte rodoviário de cargas definido no art. 1º, II da Lei nº 13.103, de 2 de março de 2015, que trata da regulamentação da profissão de motorista.
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso: motoristas e cobradores de transporte coletivo rodoviário de passageiros. Deverão receber a vacina influenza, mediante apresentação de documento que comprove o exercício efetivo da função de motorista/cobrador profissional do transporte de passageiros.
  • Trabalhadores Portuários (incluindo os funcionários da área administrativa): deverão receber a vacina influenza, mediante apresentação de documento que comprove o exercício efetivo da função de trabalhador portuário.
  • População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

     Público-alvo da vacina contra o sarampo:

     Crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), de forma indiscriminada e os trabalhadores de saúde com atualização da caderneta vacinal. 

Exigências

. Apresentar documento com foto e comprovante de endereço

. Levar carteirinha de vacinação

. Menores deverão estar acompanhados por responsáveis

Previna-se! A prevenção é um gesto de amor à vida.

 

SECOM – Prefeitura de Catalão