Programa Limpeza de Lotes Baldios: Prefeitura começa serviço e cobrará despesas dos proprietários dos terrenos vagos

A Prefeitura de Catalão através da Secretaria de Transporte e Infraestrutura começou nesta quinta-feira (17) o programa de limpeza de lotes vagos na cidade. A ideia é fazer valer o Código de Posturas do Município. A partir de agora terrenos baldios em situação precária e de abandono com mato alto e até entulho receberão limpeza. O serviço será executado com maquinário e funcionários da própria Prefeitura, porém, a conta será cobrada junto ao IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) por lote, de cada proprietário.

O pontapé inicial desse programa foi dado hoje. O mutirão teve início no bairro Santa Helena. Todas as máquinas da Prefeitura e centenas de servidores começaram a limpeza bem cedo. Com tratores, caminhões e equipamentos manuais os funcionários faziam a poda, capina, roçagem e a limpeza geral dos terrenos no bairro.  

Imprensa, moradores e até comerciantes acompanharam a execução do serviço e elogiaram a iniciativa da Prefeitura. “Eu fico muito feliz de ver a Prefeitura fazendo isso. Nós temos comércio aqui há mais de cinco anos e várias vezes encontramos escorpiões, ratos aqui dentro da loja. As pessoas deixavam de vir aqui até porque o mato alto escondia nosso comércio”, disse João Batista, comerciante.

Além de apoiar a iniciativa da Prefeitura, Hélio Oliveira que também é comerciante e morador do bairro, concordou com o fato de que a cobrança seja feita aos donos de cada lote que não realiza a limpeza por conta própria. “Eu acho louvável o que a Prefeitura está fazendo. Penso que o dono de cada lote tem obrigação de cuidar da sua propriedade, deixar limpo e organizado. E se o dono não faz isso, mais do que justo a Prefeitura fazer a cobrar a conta dele. A Prefeitura está de certa forma pressionando, tentando chamar a atenção, educar esse dono e por outro lado cuidando da saúde da população”, destacou ele.

O secretário de Transporte e Infraestrutura Luís Severo, aproveitou para lembrar que atualmente existem em média 15 mil terrenos baldios na cidade. Segundo ele a limpeza de lotes particulares não é responsabilidade da Prefeitura e que mesmo assim agora o município fará. Além disso, explicou que a cobrança é legal e o valor vai depender do tamanho de cada lote e do tipo de serviço que for realizado em cada área. As despesas serão cobradas junto ao IPTU.

ASCOM – Prefeitura de Catalão