Lançada “Campanha Catalão Contra o Aedes”

Mobilização que é um apelo à participação dos moradores conta com diversas ações e mais de 200 pessoas envolvidas no trabalho de rua.

O lançamento da “Campanha Catalão Contra o Aedes” na manhã desta sexta-feira (15) na Praça Manuel Arcanjo, no bairro Ipanema, foi o ponta pé inicial para um grande trabalho que está apenas começando. A iniciativa é considerada uma das maiores ações de mobilização contra a dengue na cidade. Uma realização da Prefeitura através da secretaria municipal de Saúde, Departamento de Controle de Vetores, com apoio da secretaria de Infraestrutura e Transporte, secretaria de Comunicação e da empresa de limpeza urbana Clean Master Ambiental Ltda. Mais de 220 pessoas estão envolvidas. O propósito é eliminar todos os possíveis depósitos com água parada, que são os criadores do Mosquito Aedes aegypti.

A partir de hoje, durante uma semana (até 22 de março) várias equipes trabalharão incansavelmente nessa luta declarada contra o mosquito Aedes aegypti que além da Dengue é transmissor também da Zika e Chikungunya. O serviço de combate que começou pelo bairro Ipanema, com maior incidência da doença na cidade, percorrerá várias outras regiões: Vila Erondina, Jardim Paraíso, Margon (I, II e III), Alto da Boa Vista, Nossa Senhora de Fátima e Centro, pois são os que tiveram mais casos comprovados de Dengue nesse início de ano.

Com várias equipes percorrendo as casas (140 funcionários da Saúde e outras 80 da secretaria de Infraestrutura) o apelo é feito pelo município a todos os moradores. O pedido é para que a população retire de suas casas, de seus quintais todo e qualquer objeto que acumule água e que assim, possa servir de criadouro do mosquito. A empresa de limpeza passará nas portas das casas recolhendo todo o material e o tradicional Fumacê também será utilizado.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Velomar Rios, comprovadamente 88% dos criadouros do mosquito da dengue estão nos quintais das casas. Por isso, a ação é um convite para todos juntarem esforços no combate a essa doença. “Hoje em dia, a dengue não é mais considerada uma endemia, mas sim uma epidemia. Sozinhos não vamos conseguir. A Prefeitura faz o seu papel, mas cada morador deve ser um vigilante, um zelador dentro de sua própria casa. A dengue mata, todos nós sabemos disso. Então, morador tire alguns minutos do seu dia, tire o lixo do seu quintal e aproveite nossas equipes, os caminhões e maquinários que estarão de bairro em bairro numa ação conjunta retirando e eliminando qualquer risco. Mãos à obra”, destacou o secretário.

Em caso de dúvidas ou para denúncias ligue. Disk Dengue: 3442-5449

Atenção

É importante lembrar que nas residências ou empresas onde forem encontrados focos de proliferação do mosquito os proprietários serão notificados. Uma nova visita deve acontecer posteriormente e no caso de reincidência a Vigilância Sanitária poderá aplicar a lei, multando.

ASCOM – Prefeitura de Catalão