Assinada ordem de serviço para construção da sede própria da Academia Catalana de Letras

Numa solenidade realizada na manhã desta sexta-feira (21), o Prefeito Adib Elias assinou contrato autorizando o início das obras de construção da sede própria da Academia Catalana de Letras. Participaram da cerimônia autoridades, membros da entidade, pessoas ligadas à cultura, imprensa, alunos de um colégio particular e população em geral. 

A ordem de serviço foi dada na Avenida Farid Miguel Safatle justamente no ponto onde o imóvel será edificado. O local exato fica entre a Biblioteca Digital e a Justiça/Vara do Trabalho em Catalão. Pelo projeto que já está pronto, o espaço terá 175 m² de área construída e contará com recepção, sala de aula, escritório, biblioteca, sala de reunião, copa e banheiros feminino e masculino. Tudo com total acessibilidade. Além da construção a Prefeitura Municipal arcará também com todas as despesas para aquisição de mobiliário completo. Somados os investimentos deverão chegar a R$ 350 mil e a previsão é que a obra seja executada em até seis meses. A empresa vencedora da licitação é a Construtora Marcelo Paiva Engenharia Eireli.

 “Hoje é um momento histórico não só para a Academia Catalana de Letras, mas para toda a história literária de Catalão durante 150 anos. É um dia muito importante. Através dessa sede, neste momento, nós podemos dizer que aqui é onde teremos um centro com salas para dar aulas da história e da literatura de Catalão. Poderemos ter um centro de pesquisa com rico acervo para a comunidade e muito mais. Concurso do pequeno escritor, voltado para a terceira idade e até visitação dirigida permanentemente. Com essa obra, o Prefeito está escrevendo o nome dele na história de Catalão de uma forma inacabável”, disse o Presidente da Academia Catalana de Letras, historiador e professor Luís Estevam.

Adib Elias, Prefeito de Catalão, aproveitou para destacar a grandiosidade e importância da cultura na vida da população e justificou em seu discurso a preocupação com tão nobre classe e o investimento feito pela atual administração municipal. “A Academia Catalana de Letras de Catalão precisa de uma obra a sua altura e com tudo que os moradores merecem. Por isso, vamos entregar em breve essa obra importantíssima para a cidade porque é para cultura, para gente que constrói e faz. Dessa forma, desejamos que essas pessoas possam continuar trabalhando, produzindo e fazendo a história da nossa gente e da nossa terra”, disse ele.

Sobre a Academia

Fundada em Catalão pelo escritor Cornélio Ramos em 23 de junho de 1973, ou seja, há 46 anos, a Academia Catalana de Letras não possui seu espaço próprio e vinha funcionando num imóvel cedido pelo município (por meio de comodato) na Avenida João XXIII. A ideia da Prefeitura é desocupar o referido prédio e adaptá-lo para lá funcionar, futuramente, o IPASC e ProSaúde.

Enquanto a obra é executada e tudo é organizado, as reuniões da Academia de Letras serão realizadas na estrutura da Biblioteca Digital.

Essa é a Prefeitura de Catalão. Cidade que Sonha e Faz!

ASCOM – Prefeitura de Catalão.